segunda-feira, 22 de fevereiro de 2021

Para conter Covid-19, Paraíba terá toque de recolher e fechamento da orla de João Pessoa

 

Na tarde desta segunda-feira (22), o Governador da Paraíba, João Azevêdo (Cidadania), anunciou medidas mais rígidas para conter o avanço da Covid-19 no estado. A Paraíba terá toque de recolher das 22h às 5h, e, na capital, será fechado o acesso às praias. As restrições serão mantidas por 15 dias. De acordo com o gestor, o decreto com o detalhamento das medidas será publicado nesta terça-feira (23).  

A Paraíba já tinha divulgado o adiamento do retorno das aulas da rede pública para uma data ainda não definida. Orientações foram dadas para que a rede particular de ensino também adiasse as aulas. 

As novas restrições foram relatadas por João Azevêdo na manhã desta segunda, após uma reunião com representantes das Secretarias de Estado da Saúde e Segurança, além da Procuradoria Geral do Estado, Controladoria Geral do Estado, Autarquia de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon-PB) e Agência Estadual de Vigilância Sanitária (Agevisa). 

Em entrevista à Tabajara AM/FM, pela tarde o governador informou: "Nós temos, diariamente, mais de mil casos de contágio acontecendo". Azevêdo afirmou que o aumento de casos causa uma maior necessidade de internação e, consequentemente, uma maior quantidade de mortes. A Paraíba já tem 4.356 pessoas que morreram por complicações da Covid-19. 

"Por conta disso e por conta da taxa de ocupação dos hospitais, com João Pessoa chegando a 84% e o Sertão, a 88%, é que nós estamos agora determinando que amanhã (23) será publicado um decreto no estado tomando medidas mais restritivas visando a redução da mobilidade" , explicou, na entrevista, o governador. O boletim divulgado nesse domingo (21) pela Secretaria de Estado da Saúde (SES), a Paraíba contabiliza, até o momento, 212.286 casos confirmados da Covid- 19 e 4.356 óbitos. A ocupação dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) registra 72% e de enfermaria, 56%.


João Pessoa

Em João Pessoa, além de medidas restritivas, haverá aumento da frota de ônibus para reduzir as possibilidades de contágio em veículos lotados. De acordo com o prefeito Cícero Lucena, 21 novos veículos estarão nas ruas a partir desta segunda. “Lugar de ônibus não é na garagem, mas, nas ruas, transportando a população para reduzir aglomerações”, defendeu o gestor.

Informações Folha de Pernambuco 







Nenhum comentário:

Postar um comentário