sexta-feira, 2 de outubro de 2020

"Além de inseguro e despreparado, distorceu e mentiu sobre a situação de sua pessoa não ter entrado como candidato a prefeito pela Rede Sustentabilidade para o pleito deste ano, em JATAÚBA-PE"

   
Em primeira Nota Oficial, Euzébio Sena fala sobre a divisão do grupo Nova Frente e diz que durante entrevista na rádio Polo FM o candidato a prefeito Diógenis Freitas (Psol).

Após as polêmicas dos últimos dias na cidade de Jataúba envolvendo o grupo da Nova Frente que oficializou no apagar das luzes a candidatura a prefeito de Diógenis Freitas (PSOL) tendo como candidato a vice Ayrton Guimarães também do PSOL, muitas coisas foram faladas a respeito do assunto, dentre elas, uma das explicações foi que o até então pré-candidato Euzébio Sena (REDE), não estaria com a documentação necessária que o deixaria apto para a disputa.

Após entrevista concedida por Diógenis nesta quinta-feira 01, na Rádio Polo FM em Santa Cruz do Capibaribe, nossa equipe foi procurada por Euzébio que desmentiu as explicações dadas pelo então candidato do PSOL e classificou o mesmo como inseguro e despreparado.


Euzébio ainda disse que têm em mãos todos os documentos do partido com os respectivos registros em cartório, bem como os protocolos de envio ao TER dentro dos prazos exigidos pela justiça eleitoral e que em reunião tudo foi apresentado ao grupo o que segundo ele, derruba qualquer argumento apresentado pelos atuais candidatos do grupo para retirá-lo da disputa.

Ainda segundo ele, algumas pessoas filiadas ao PSOL e que defendiam a sua candidatura a prefeito em Jataúba conhecem os fatos e por saberem o que de fato aconteceu ficaram ao seu lado, discordando com a forma com que o processo foi conduzido, como Denis Monteiro, Biu Tantão e Ronaldo Bernardino.


Jota Silva / Folha de Jataúba 


 

Nenhum comentário:

Postar um comentário