segunda-feira, 10 de agosto de 2020

"A pré-candidatura de Fernando é sólida e competitiva", dispara Flávio Pontes

Nesta sexta-feira (07) foi realizada mais uma edição do programa Falando Honestamente, do pré-candidato a prefeito Fernando Aragão (PP). Fernando Aragão encontra-se internado no Hospital da Unimed, em Caruaru, onde passa por tratamento da Covid-19. Diante da ausência de seu protagonista o programa tem sido apresentado por convidados da ala que apoiam a pré-candidatura.

Nesta edição do programa, o empresário Flávio Pontes (PP) e o vereador Joab do Oscarzão (PP) foram os participantes do Falando Honestamente e fizeram uma série de exposições sobre a pessoa de Fernando, tanto no âmbito pessoal como no público. Flávio iniciou o programa ressaltando os motivos que o levaram a apoiá-lo.

"Fico muito feliz em apoiar Fernando, em receber o convite dele e em acreditar nele. Eu pude constatar a veracidade da história de Fernando ao longo desses mais de 30 anos de lisura, de ser um cara que enquanto esteve às gente tomando conta do dinheiro público foi premiado... foi referência, tudo isso cacifa ele a pleitear essa pré-candidatura", disse Flávio.

Flávio foi enfático ao comentar especulações que rodeiam o pleito e principalmente a pré-campanha de Fernando. Para o mesmo, a internação de Fernando não muda os seus sonhos e os planos que o mesmo detém para Santa Cruz do Capibaribe. "A pré-candidatura de Fernando é sólida, é extremamente competitiva, em todos os sentidos", concluiu Flávio que encerrou o programa bastante emocionado.


O vereador Joab do Oscarzão também reforço que embora porque decidiu apoiar Fernando nesta pré-campanha e detalhou que o mesmo não precisa de testemunho pois tem uma vida pautada na seriedade e no compromisso com o povo. "Eu estou com Fernando não é porque ele tem dinheiro não, é porque ele é um homem sério. Não precisa fazer propaganda dele não, não precisa dar testemunho dele porque o povo de Santa Cruz conhece. A vida dele é um testemunho vivo", disse o vereador.

Informações Blog do César Mello

Nenhum comentário:

Postar um comentário