segunda-feira, 8 de junho de 2020

Jataúba deve receber R$151.914,22 para repasse a trabalhadores da área cultural

Em sessão virtual realizada na semana passada, os senadores aprovaram o projeto de lei que destina R$ 3 bilhões para o pagamento de renda mensal a trabalhadores da cultura, manutenção dos espaços artísticos e para ações que ajudem o setor durante a pandemia causada pelo novo coronavírus.
Batizado de Lei Aldir Blanc, o projeto permite que artistas, produtores, técnicos e trabalhadores que atuam na cadeia de produção do setor cultural tenham direito a uma renda emergencial de R$ 600 por três meses. O valor será retroativo a 1º de junho.
A concessão do auxílio será a artistas e profissionais da área que não tenham emprego formal ativo, não recebam aposentadoria, auxílio-doença, seguro-desemprego ou outro programa de transferência de renda, com exceção do Bolsa Família.
Para ter direito ao apoio financeiro, o beneficiário tem de ter renda familiar mensal per capita de até meio salário mínimo ou renda familiar total de até três salários mínimos, o que for maior. Só dois membros da família poderão receber o benefício. Pela proposta, mães solteiras terão direito a duas cotas do auxílio.
Projeto seguirá para sanção ou veto do presidente Jair Bolsonaro.
Agreste
Municípios do Agreste como Santa Cruz do Capibaribe receberão uma parcela considerável para o setor, confira os montantes que devem ser recebidos por cada cidade:
Santa Cruz do Capibaribe – R$ 760.240,48
Caruaru – R$ 2.330.533,33
Toritama – R$ 348.167,44
Taquaritinga do Norte – R$ 227.284,29
Brejo da Madre de Deus – R$ 379.699,59
Vertentes – R$ 172.359,02
Jataúba – R$ 151.914,22
Poção – R$ 100.526,33
Confira quanto cada município receberá:

Informações Blog do Bruno Muniz

Nenhum comentário:

Postar um comentário