sexta-feira, 31 de janeiro de 2020

"Nós tínhamos uma coletiva de imprensa e não um comício" declara Mamão sobre criticas do prefeito de Jataúba


Fotos: Collar
Nesta quinta-feira (30) o líder político Fábio Mamão concedeu uma entrevista no Programa Olhando de Frente na Rádio Comunidade FM, dentre outras questões Mamão falou do momento de transformação e destacou a importância para o município da sua união com o empresário Boy. Mamão disse que após uma longa conversa entendeu de fato que Boy não tinha mais nenhum laço político com o atual prefeito e que o pensamento tanto dele quanto de Boy era trabalhar pelo coletivo da cidade de Jataúba.

Mamão ratificou que o primeiro convite foi para que o mesmo fosse o candidato a prefeito, porém, disse que só aceitaria a junção para ser vice do Boy ou de Dra. Cátia, caso contrário sairia candidato, pois, não seria justo com os seus eleitores passar 24 anos lutando contra o sistema implantado pelo atual prefeito e no final se juntar a ele e reafirmou: “Com o prefeito eu nunca iria me juntar”, destacou.
O líder politico destacou o governo paralelo que vem fazendo no município ao longo dos anos de disse que tem muito a mostrar, principalmente na área de infraestrutura, destacando a sua luta na adutora que liga Poço Fundo a Jataúba, barragens construídas junto ao governo do estado, dentre outras e destacou a luta e a importância para conquistas dessas obras de pessoas como Eduardo Campos, Diogo Moraes, Ana Arraes, Wolney Queiroz e do governador Paulo Câmara.

Sobre as críticas do prefeito Antônio de Roque de que a população não compareceu para prestigiar a junção de Mamão e Boy o líder político foi enfático. “Nós tínhamos no dia 24 em Jataúba uma coletiva de imprensa e não um comício, eu acredito que esse foi um desabafo do senhor prefeito, mas, se isso o satisfaz que ele pense assim, o importante pra nós é o dia 04 de outubro, e os comícios vão acontecer no tempo de campanha ai ele tira as conclusões se terá gente ou não, agora quem tinha que está de fato era a imprensa pelo fato de ser uma coletiva e quanto a isso estamos muito satisfeitos”, declarou Mamão.
Ainda sobre a junção mamão disse que o prefeito tinha uma arma que toda vez que a coisa estava ruim ele usava e derrubava o mamão do pé, e que por incompetência ou orgulho ele jogou essa arma fora, Mamão disse que hoje essa arma mudou de lado e que para ele não seria justo ver essa tão grande oportunidade de mudar os destinos de Jataúba e deixar passar, pois, segundo ele se saíssem três candidatos às chances do prefeito fazer o sucessor seriam bem maiores.

Mamão disse ter certeza que junto de Boy ou Dra. Cátia vão fazer um grande trabalho por Jataúba e destacou a questão hídrica como o grande entrave para que Jataúba venha a crescer, porém, destacou que com a união de forças esses problemas serão solucionados um dia. Ele destacou a importância de duas forças políticas de Santa Cruz estarem unidas nesse projeto de Jataúba destacando Alessandra e Diogo Moraes e disse que o conjunto de forças será muito importante para o município.

Jota Silva / Folha de Jataúba

Nenhum comentário:

Postar um comentário