quinta-feira, 14 de novembro de 2019

“É uma verdadeira calamidade o que estão fazendo com o Brejo” – critica Roberto Asfora sobre administração de Hilário Paulo

Na manhã desta quarta-feira (13), o programa Panorama Político da Rádio Interativa FM, recebeu a presença do ex-prefeito de Brejo da Madre de Deus, Roberto Asfora, e reforçou a sua pretensão em lançar a sua candidatura a prefeito no município para a próxima eleição.
Roberto Asfora assegurou que é pré-candidato e foi questionado sobre a situação jurídica, já que opositores afirmaram nas últimas semanas em emissoras de rádio, que o ex-gestor não poderia lançar a sua candidatura no próximo ano.

“Quem tiver duvidando se posso ou não é muito fácil, é só entrar no site do TRE e tirar uma certidão negativa em meu nome. Esses que dizem aos nossos eleitores que não sou candidato, estão faltando com a verdade” – disse.

O ex-prefeito Roberto Asfora fez duras criticas em relação a administração do atual prefeito de Brejo da Madre de Deus, Hilário Paulo.

“É de pedir clemência, é uma verdadeira calamidade o que estão fazendo com o Brejo (…) a culpa da administração ser fracassada é porque o administrador não tem conhecimento de gestão pública, e não sabe para onde vai, então não tem como dar certo” – disparou.

Durante o programa, Roberto Asfora falou sobre um áudio da presidente do Sindicato dos Trabalhadores de Brejo da Madre de Deus, Wilma Azevedo, afirmando que a Prefeitura do Brejo estaria com uma dívida de aproximadamente R$ 10 milhões com o Fundo da Previdência.

“É impossível de ser honrado os compromissos com os inativos e com os que estarão nos próximos anos aposentados, e eles vão receber como? Como é que o gestor tira das contas dos ativos para manter o fundo, e não repassa, isso se chama apropriação indébita, e na lei isso dá cadeia” – avaliou.

Ele revelou que o seu maior defeito durante as suas administrações, foi não dar publicidades aos seus trabalhos realizados quando esteve a frente da Prefeitura do Brejo.

Informações Blog do Ney Lima

Nenhum comentário:

Postar um comentário