segunda-feira, 21 de outubro de 2019

Persiste a crise no PSL

Em mais um capítulo da crise entre Bolsonaro e o PSL, a deputada Joice Hasselmann (PSL-SP) afirmou que o Palácio do Planalto pressionou deputados para tentar dar um "golpe" no PSL. Procurada, a assessoria da Presidência da República informou que não comentará o caso.
No sábado, Eduardo Bolsonaro e Joice Hasselmann trocaram ofensas pelas redes sociais. Ainda no sábado, Eduardo disse que Bolsonaro não pode estar sujeito à "bipolaridade" do líder do PSL, Delegado Waldir.
Ao blog da Andréia Sadi, o novo líder do governo no Congresso, senador Eduardo Gomes (MDB-TO), disse acreditar que a crise não deve atrapalhar a eventual indicação de Eduardo Bolsonaro para a embaixada em Washington (EUA). Ele acrescentou, contudo, que a aprovação dependerá do "humor" dos senadores.

Informações do G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário