segunda-feira, 25 de março de 2019

Humberto Costa detona a Reforma da Previdência mas não apresenta alternativa

Resultado de imagem para humberto costa
Durante lançamento, na última quarta-feira, da Frente Parlamentar Mista em Defesa da Previdência Social, o líder da bancada do PT no Senado, Humberto Costa, voltou a detonar o projeto de reforma previdenciária dizendo que ele é prejudicial aos interesses dos trabalhadores. O petista convocou o povo a sair às para as ruas para protestar contra essa reforma afirmando que quanto mais a sociedade tomar conhecimento do projeto, mais chances ele passa a ter de ser rejeitado pelo Congresso. 

O senador tem todo o direito de não concordar com um projeto que foi enviado ao Parlamento pelo presidente Jair Bolsonaro, que é satanizado pelo PT. Mas não está sendo correto ao induzir o povo brasileiro a se levantar contra uma reforma que é absolutamente necessária ao equilíbrio das contas previdenciárias. Teria que dizer, pelo menos, qual é a saída para se buscar esse equilíbrio, a menos que considere que a saúde financeira do caixa previdenciário está em ordem e que não necessita de ajuste algum. “O projeto não contém uma linha sequer para combater os sonegadores, que devem cerca de R$ 500 bilhões aos cofres públicos. 

Só este valor cobriria o rombo previdenciário estipulado pelo governo”, disse o senador pernambucano incorrendo em outro tropeção. Ora, ainda que o governo recuperasse esses tais quinhentos bilhões, eles só dariam para cobrir dois meses de déficit. E depois? Para não enganar os brasileiros, o senador deveria dizer também que caixa previdenciário também quebra, como ocorreu com o de Portugal e o do Grécia em passado recente.

Informações Blog do Inaldo Sampaio

Nenhum comentário:

Postar um comentário