quarta-feira, 20 de fevereiro de 2019

Bivar vota contra governo na Câmara e diz que se enganou

Imagem relacionada
O presidente do PSL, Luciano Bivar, ajudou com o seu voto o governo a ter sua primeira derrota na Câmara. Ele votou a favor de dar regime de urgência para projeto que susta os efeitos de um decreto do governo que alterou regras de transparência ampliando a lista de servidores com poder para classificar documentos como sigilosos. A proposta acabou aprovada e segue agora para o Senado.
O PSL, partido do presidente Bolsonaro, foi o único a votar contra a urgência e o governo sofreu uma derrota estrondosa: 367 a 57.
Questionado pelo GLOBO sobre o motivo de ter votado contra o Planalto, Bivar respondeu por meio de sua assessoria que votou errado.
"Ele disse que foi um erro e que já retificou pelo telefone", informou a assessoria do parlamentar. (Eduardo Bresciani).

Informações O Globo

Nenhum comentário:

Postar um comentário