sexta-feira, 7 de dezembro de 2018

Diogo Moraes retira duas ações que movia contra Alessandra Vieira

Um fato novo foi registrado no Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE) nos últimos dias. Na ocasião, o deputado estadual reeleito Diogo Moraes (PSB) retirou, na mesma oportunidade, dois processos que movia contra a também deputada estadual eleita Alessandra Vieira (PSDB), o prefeito Edson Vieira (PSDB) e outros envolvidos.

A petição inicial apontava que nas vésperas da eleição, a região Agreste de Pernambuco teria sido acometida de crimes eleitorais supostamente praticados por intermédio dos envolvidos citados no início do documento exposto abaixo, como forma de comprometer o andamento da campanha eleitoral do então deputado Diogo Moraes.
Em tese, Diogo Moraes acreditava que as informações divulgadas poderiam comprometer de maneira expressiva a votação que o mesmo obteria durante o pleito. Ainda segundo a contextualização argumentativa dos processos abertos pelo deputado, os acontecimentos entorno da comunicação via uma emissora de rádio também tinham como objetivo beneficiar Alessandra Vieira.

A parte autora requereu a desistência das investigações judiciais eleitorais nos termos do art. 485, VIII, do Código de Processo Civil, visto que a tutela de urgência concedida evitou dano eleitoral ao requerente.

Informações Blog do Bruno Muniz

Nenhum comentário:

Postar um comentário