terça-feira, 20 de novembro de 2018

“Por pura perseguição, estamos sendo retaliados” – afirma Edson Vieira

Imagem relacionada
Em sua rede social, o prefeito de Santa Cruz do Capibaribe, Edson Vieira, falou sobre a prefeitura não ter sido, segundo ele, convidada para a coletiva de lançamento da Operação Têxtil 2018.
Organizada pelo Governo do Estado, a operação tem como objetivo o reforço na segurança voltada a cidades de Caruaru, Toritama e Santa Cruz, que realizam suas feiras neste período de alta temporada.
A coletiva de lançamento foi realizada na manhã de ontem (19) no estacionamento do Moda Center, contando com representantes do Governo do Estado, políticos da região, da diretoria do Moda Center e também das polícias Militar, Civil e Corpo de Bombeiros. Confira a nota:
“Recebi com surpresa a notícia da reunião em que foi apresentada mais uma edição da Operação Têxtil em Santa Cruz do Capibaribe. Ninguém da prefeitura foi informado, nem o Gabinete do Prefeito, nem a Secretaria de Defesa Social do município, muito menos a Secretaria de Desenvolvimento Econômico.
Essa é a segunda vez que isso acontece com essa operação, e o que nos deixa mais triste é o fato de estarmos fazendo nossa parte com apoio à alimentação dos policiais, além de todo trabalho já realizado pela Guarda Municipal, departamento de mobilidade e as ações realizadas por membros da Secretaria de Desenvolvimento Econômico.
O povo de Santa Cruz do Capibaribe não merece esse desrespeito. Por pura perseguição, estamos sendo retaliados, mas vamos continuar focados e trabalhando por uma cidade melhor para todos”.

Informações Blog do Ney Lima

Nenhum comentário:

Postar um comentário