sexta-feira, 22 de janeiro de 2021

Roberto Asfora manda o recado: “Hilário pagou a fornecedores e deixou nossos funcionários a ver navios, agora eu é que não posso pagar as contas de Hilário e ficar como velhaco”

 

O prefeito recorreu da decisão de bloqueio de contas da Prefeitura de Brejo e afirma que pretende pagar os salários de janeiro em dia

O Prefeito de Brejo da Madre de Deus, Roberto Asfora (PL), recorreu ao Tribunal de Justiça de Pernambuco da decisão do último dia 08 de janeiro de 2021, quando a justiça determinou o bloqueio de mais de R$ 7 sete milhões de reais das contas da prefeitura, para pagamento dos salários dos servidores públicos municipais e da renda emergencial mensal aos trabalhadores da cultura conforme a Lei Aldir Blanc.

Caso a decisão seja favorável a prefeitura, os servidores públicos municipais, continuarão sem receber os salários referentes a dezembro de 2020 e parte do 13º salário, além dos inativos (aposentados) que estão com os vencimentos de dezembro 2020 e 13º salário atrasados de forma integral.

O SINDIBREJO afirma está aberto ao diálogo e que continuará em busca de soluções e medidas para que o direito do servidor seja garantido, que é de receber os salários.

Já nesta quinta-feira (21) o prefeito Roberto Asfora concedeu entrevista ao jornalista e radialista César Mello da Rádio Interativa FM de Santa Cruz do Capibaribe e disse que o pagamento de salários em dia sempre foi um marco de sua gestão e que a prefeitura de Brejo da Madre de Deus não tem dinheiro suficiente para pagar as folhas de dezembro e de janeiro.

“Hilário pagou a fornecedores e deixou nossos funcionários a ver navios, agora eu é que não posso pagar as contas de Hilário e ficar como velhaco”, diz prefeito Roberto Asfora.

Com informações do Blog Estação Notícias


Nota de Esclarecimento - Secretária de Saúde de Jataúba

 

A Secretária Municipal de Saúde da cidade de Jataúba, seguindo as recomendações da Secretária de Saúde do Estado através da resolução CIB/PE Nº 5393 de 20 de janeiro de 2021 artigo 5° §, define que devem ser priorizados com o processo de vacinação contra a COVID-19, trabalhadores de saúde que atuam na linha de frente.

Através de nota de esclarecimento o Secretário Municipal de Saúde Adalmyr Holanda também apresenta o plano municipal de imunização bem como os documentos necessários para as pessoas que procurarem as unidades de saúde, dentro dos seus respectivos grupos. Na última terça-feira todos os municípios pernambucanos receberam doses da vacina e desde então vem trabalhando no processo de imunização dos grupos prioritários conforme orientação do Ministério da Saúde.

Confira a Nota na íntegra:


Informações Assessoria de Comunicação

quinta-feira, 21 de janeiro de 2021

Pernambuco registra quase 2 mil novos casos de Covid-19 nas últimas 24h

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) registrou, nesta quinta-feira (21), 1.985 casos da Covid-19. Entre os confirmados hoje, 55 (3%) são casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) e 1.930 (97%) são leves. Agora, Pernambuco totaliza 246.799 casos confirmados da doença, sendo 30.492 graves e 216.307 leves.

Também foram confirmados 35 óbitos, ocorridos entre os dias 29 de outubro de 2020 e essa quarta-feira (20). Com isso, o estado totaliza 10.133 mortes pela Covid-19. Os detalhes epidemiológicos serão repassados ao longo do dia pela Secretaria Estadual de Saúde.

Informações da Folha de Pernambuco







 

Polícia apreende cerca de 600 kg de carne de jumento e cavalo em Limoeiro

 

Segundo a PM, carne vinha de abatedouro clandestino.

Aproximadamente 600 quilos de carne de cavalo e jumento foram apreendidos na noite dessa quarta-feira (20) em Limoeiro, no Agreste pernambucano. Segundo informações da Polícia Militar (PM), a carne vinha de um abatedouro clandestino no sítio Poço do Pau, na Zona Rural.

Ainda de acordo com a polícia, o material estava dentro de duas picapes sem a devida refrigeração e higiene necessárias. Quatro homens foram detidos e informaram aos policiais que a carga era resultado do abatimento de nove jumentos e dois cavalos. Além disso, informaram que a carne seria entregue no bairro de Afogados, no Recife, e em um bairro de Caruaru, no Agreste.

Os suspeitos também disseram que combinavam as vendas através do WhatsApp.

Material apreendido

O grupo e os veículos com a carne clandestina foram levados para o plantão da Delegacia Regional de Limoeiro. Os homens foram autuados em flagrante e serão encaminhados nesta quinta-feira (21) para audiência de custódia.

Segundo a PM, a carne será incinerada por uma equipe da Agência de Defesa Agropecuária de Pernambuco (ADAGRO).

Informações Blog do Bruno Muniz




De olho nos 'espertinhos' - Ministério Público de Pernambuco fecha o cerco contra 'fura-filas'

 

O começo da etapa da imunização contra a Covid-19 em Pernambuco foi marcado por algumas denúncias contra pessoas que burlaram as normas exigidas em relação a preferência dos grupos prioritários: idosos, profissionais de saúde na linha de frente ao combate à Covid-19 e indígenas em aldeias. O Ministério Público de Pernambuco (MPPE), então, vai apertar o cerco contra esses descumprimentos.

Essa é a finalidade da Recomendação PGJ n.º 01/2021, expedida pela Procuradoria-Geral de Justiça de Pernambuco (PGJ-PE) ontem com o intuito de orientar a atuação dos promotores de Justiça com atribuições na Defesa da Saúde e na esfera criminal.

"Expedimos uma recomendação para todos os promotores e promotoras de Justiça do Estado de Pernambuco, para que intensifiquem o processo de fiscalização da vacinação em todas as cidades pernambucanas. Essa recomendação tem dois aspectos. Em um primeiro momento, o aspecto preventivo. Exigir que os gestores públicos apresentem um Plano de Vacinação local, de forma detalhada, para que possamos fazer um acompanhamento dia a dia de quem está sendo vacinado e da observância da ordem de prioridade que foi estabelecida dentro do Plano Nacional de Imunização. E, também, para que possamos solicitar o auxílio dos Conselhos Municipais de Saúde que terão um papel fundamental no controle social, contribuindo para que o Ministério Público possa exercer de forma eficaz essa fiscalização”, disse Paulo Augusto Freitas, procurador-geral de Justiça de Pernambuco.

Quem descumprir a determinação sobre a vacinação em grupos prioritários, ou seja quem "furar a fila", pode ser punido com detenção de até um ano e multa. Pois, segundo o MPPE, tal prática configura o crime de infração de medida sanitária preventiva (artigo 268 do Código Penal). Os casos identificados serão comunicados à autoridade policial.

Os promotores de Justiça deverão fiscalizar a vacinação da população local, checando se as unidades de saúde destinadas à administração das doses estão preparadas para realizar o registro diário das atividades no Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunização (SI-PNI) e se os estoques de insumos necessários à continuidade do processo de vacinação, como seringas, agulhas, algodão, refrigeradores, equipamentos de proteção individual (EPIs), acondicionamento e caixas para descarte de resíduos, estão em níveis adequados.

“O Ministério Público continua aberto a receber todas as colaborações e denúncias e, também, aproveitando para alertar que todos devem continuar com as medidas restritivas. Outro ponto que deverá ser estimulado pelos membros do MPPE é a adoção, por parte dos gestores municipais, de medidas para dar transparência à divulgação das metas vacinais, com a criação de vacinômetros e a elaboração de um plano de vacinação municipal”, afirma o procurador-geral Paulo Augusto Freitas.





O Secretário Estadual de Saúde, André Longo, ressaltou que o processo de imunização contra Covid-19 segue diretrizes do Programa Nacional de Imunização (PNI) e uma pactuação feita pelo Governo do Estado e o Conselho de Secretários Municipais de Saúde (Cosems). “Todos os holofotes estão voltados para essa campanha de vacinação. Não é possível que haja desvios. Precisamos seguirmos diretrizes técnicas, claras e transparentes e apresentá-las à sociedade. Aqueles que cometerem ilícitos e desviarem da rota técnica adequada certamente terão que dar explicações aos órgãos de controle e de fiscalização”, disse Longo durante coletiva de imprensa transmitida ontem pela internet. Ele informou ainda que acionou a Secretaria de Defesa Social e o MPPE para investigarem os casos de vacinação indevida em Pernambuco.


O cidadão pode entrar em contato com a Ouvidoria do MPPE pelos seguintes canais:

Informações Blog do César Mello








INSS: prova de vida de aposentados é suspensa até fevereiro

 

Os aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) que não fizeram a prova de vida entre março de 2020 e fevereiro deste ano não terão seus benefícios bloqueados. A Portaria nº 1.266/2021, publicada hoje (20) no Diário Oficial da União, prorroga a interrupção do bloqueio de benefícios para as competências de janeiro e fevereiro, ou seja, para pagamentos até o fim de março.

 prorrogação vale para os beneficiários residentes no Brasil e no exterior. De acordo com a portaria, a rotina e obrigações contratuais estabelecidas entre o INSS e a rede bancária que paga os benefícios permanece e a comprovação da prova de vida deverá ser realizada normalmente pelos bancos.

Realizada todos os anos, a comprovação de vida é exigida para a manutenção do pagamento do benefício. Para isso, o segurado ou algum representante legal ou voluntário deve comparecer à instituição bancária onde saca o benefício. O procedimento, entretanto, deixou de ser exigido em março de 2020, entre as ações para o enfrentamento da pandemia do novo coronavírus, e a medida vem sendo prorrogada desde então.

APLICATIVO

Desde agosto do ano passado, a prova de vida também pode ser feita por meio do aplicativo Meu INSS ou pelo site do órgão por beneficiários com mais de 80 anos ou com restrições de mobilidade. A comprovação da dificuldade de locomoção exige atestado ou declaração médica. Nesse caso, todos os documentos são anexados e enviados eletronicamente.

Informações Agência Brasil / Rádio Jornal Notícias


segunda-feira, 18 de janeiro de 2021

Prefeita de Jataúba Dra. Cátia e Secretária de Educação Visitam Escolas do Município

 

Em Jataúba o trabalho não para, neste domingo dia 17 de janeiro a prefeita do município Dra. Cátia Ribeiro (Republicanos) esteve com parte da sua equipe de trabalho visitando a comunidade do Sítio Brejinho onde fez visita técnica na Escola Municipal da Região. Na ocasião a prefeita detectou que as condições da unidade escolar estão precárias e que são necessárias melhorias urgentes para que os alunos da rede pública que utilizam a escola tenham condições de voltar a frequentar a mesma.
Alguns dos problemas detectados foram infiltrações, falta de higiene nas instalações sanitárias e de cozinha, problemas na parte elétrica, acessibilidade, dentre outros. A prefeita esteve acompanhada da chefe de gabinete Graça Ribeiro, da Secretária de Educação Roseane Chaves e do vereador Civan (PSDB).
Segundo a prefeita essa foi a primeira de várias visitas que serão feitas as escolas do município, e disse que será realizado um plano de trabalho para melhorar as instalações das mesmas, para que quando houver condições sanitárias de volta as aulas os alunos possam ter um ambiente confortável e seguro para estudar.

Informações da Assessoria de Comunicação